Categorias: Curiosidades

Noticias falsas podem impactar resultado das eleições?

Faltando algumas semanas para o primeiro turno das eleições no Brasil, a Avast divulgou uma interessante pesquisa para com os brasileiros. O levantamento tinha como intuito entender o quanto as notícias promovidas em redes sociais podem impactar na escolha dos candidatos.

Este assunto surge em momento oportuno, visto que nas últimas eleições dos Estados Unidos, ocorreu a problemática situação em que a Cambridge Analytica fora acusada de utilizar notícias falsas em redes sociais para influenciar as decisões de eleitores indecisos.

A pesquisa fora realizada em dois diferentes momentos, a primeira parte entrevistou 1280 pessoas, enquanto a segunda parte entrevistou 1000 pessoas, totalizando 2280 pessoas respondendo ao questionário.

Ao questionarem os entrevistados brasileiros sobre quais fontes utilizam para obter informações a respeito dos políticos e das eleições, as mídias online são a preferência de 24% dos brasileiros, em seguida está a TV com 22,38%. Já as redes sociais são acessadas por 19,51% dos entrevistados, superando os jornais que são considerados como fonte para 16,92% e o rádio preferido por 10,77%.

A respeito da percepção dos brasileiros sobre a veracidade das notícias que circulam nas redes sociais, a pesquisa apontou que 75% deles não têm sempre certeza de que as informações sejam verdadeiras. Apenas 3,55% dos que participaram do levantamento acreditam que as notícias possam ser reais, enquanto 21,40% não acreditam no que dizem as publicações nas redes sociais.

Ao ler sobre as eleições nas plataformas sociais, 61,22% dos brasileiros confessaram buscar por fontes adicionais para certificá-las, enquanto 33,27% apenas fazem essa validação em diferentes websites ou outras fontes algumas vezes.

Cerca de 96% dos entrevistados identificaram notícias falsas em suas redes sociais. Metade (50,24%) dos participantes da pesquisa consideram que os comentários, de outras pessoas nas redes sociais, não influenciam seu voto. No entanto, três em cada dez brasileiros (30,30%), concordaram que talvez esses relatos pessoais possam exercer tal influência.

No mesmo contexto, 47,78% dos brasileiros disseram não fazer uso de plataformas como o Twitter, Facebook e WhatsApp, como fontes confiáveis de notícias durante o processo eleitoral. Já para 39,24% dos entrevistados algumas plataformas sociais podem ser confiáveis para assuntos políticos, enquanto apenas 12,97% confiam nesse tipo de fonte. Oito em cada dez entrevistados (85,81%) concordam que as redes sociais devem ser responsáveis por remover as notícias, quando se tornam falsas.

Por fim, apenas 32,42% dos brasileiros seguem partidos políticos ou seus candidatos nas plataformas sociais.

O resultado aponta que o brasileiro está mais atento para as conhecidas fake news, no entanto é importante que a atenção e busca por fontes, além da que está passando a informação, seja algo de nosso cotidiano, visto que não somente redes sociais têm sido usadas para a disseminação de notícias falsas, como campanhas e até mesmo nomes conceituados do jornalismo, tem utilizado de seu poder de comunicação para influenciar os leitores.

Disqus Comments Loading...
Compartilhar

Matérias Recentes

2,8 bilhões em fraudes evitadas com avaliação de risco de e-mails

Para combater o crescimento do número de tentativas de fraudes online, que têm custado bilhões de dólares às companhias anualmente,… Leia mais

4 horas ago

Cartão de crédito Méliuz – Cashback em todas as compras – Vale a pena?

Já faz algum tempo que o Méliuz, serviço de cashback em compras, se quer saber mais sobre ele clique aqui,… Leia mais

1 dia ago

Ame Digital – A evolução da conta digital da Americanas e Submarino

O Ame nasceu como uma solução própria do grupo B2W, responsável pela Americanas, Shoptime, Submarino e Sou Barato, para fidelização… Leia mais

2 dias ago

Alfred – O aplicativo para fãs de cinema

Alfred é uma rede social para aqueles que são fãs de cinema, controlado e desenvolvido pela FlixMedia, sua proposta é… Leia mais

3 dias ago

O Que Todo Mundo Precisa Saber sobre Segurança no Linux

Muitas pessoas consideram os sistemas Linux como sendo mais seguros e, em alguns casos, até mesmo “imunes” aos principais vírus… Leia mais

2 semanas ago

C6 Bank – Vale a pena usar o rival do Nubank?

C6 Bank é a nova fintech que pretende concorrer com Inter, Nubank, Neon e outros players o mercado de banco… Leia mais

2 semanas ago

Utilizamos de cookies e outras tecnologias, para personalizarmos os conteúdos e a publicidade, oferecermos os botões sociais e analisar o tráfego