Nubank ou Santander Free? Qual o melhor cartão de crédito?
Nubank e Santander Free
Curiosidades

Nubank ou Santander Free? Qual o melhor cartão de crédito?

A tecnologia veio para mudar muitos setores do avesso, um deles que ganhou muito destaque com as mudanças foi o financeiro, com destaque para os cartões de crédito. A Nubank iniciou um novo momento para os cartões de crédito, entregando o controle para o cliente através de um aplicativo e o livrando de custos como anuidade. Muitas outras opções surgiram com o “boom” causado pelo roxinho e grandes bancos viram-se obrigados a reformular totalmente suas operações, este é o caso do Santander que repaginou totalmente o funcionamento de seus cartões.

Hoje vamos comparar o Nubank e o Santander Free, os dois são competidores diretos, oferecendo isenção de anuidade e as facilidades tecnológicas ao cliente.

Solicitação

Ambos os cartões podem ser solicitados diretamente pela internet, sem qualquer necessidade de comparecer fisicamente em uma loja.

O Nubank não exige renda mínima, bastando apenas o cliente contar com a análise de crédito feita pela empresa. O Santander Free exige uma renda mínima de R$ 500 reais, quem tiver conta no banco, a exigência é menor, a renda mínima é de R$ 350 reais.

Anuidade

Resultado de imagem para santander free

Talvez um dos mais importantes hoje, afinal, não queremos ter mais uma despesa em nossos orçamentos.

O Santander Free é isento de anuidade, desde que você use R$ 100 reais por mês no cartão, no mês que o cliente não gastar R$ 100 reais, uma taxa de R$ 24 reais referente a anuidade é cobrada.

Apesar disso significar praticamente a isenção da cobrança, pois basta o usuário usar o cartão para pagar uma conta no mês ou fazer uma pequena compra, o rival Nubank é totalmente isento de anuidade, mesmo que naquele mês seu cartão fique parado na carteira.

Limite

Aqui ambos funcionam da mesma forma, um limite inicial é liberado pela análise do cliente e conforme seu perfil de pagamento, o limite tende a aumentar mensalmente, sem qualquer limite máximo. Tudo ligado ao seu perfil e gastos, não existe um padrão, são diversos pontos avaliados nos padrões de compra do usuário.

Tanto Nubank, quando o Santander Free com o aplicativo Santander Way permitem que o usuário controle seu limite, podendo diminuí-lo, aumentar caso esteja com limite pré-aprovado e até mesmo efetuar a solicitação de um novo limite e esperar a análise do banco.

Programa de pontos

O Santander Free oferece o programa de pontos Santander Esfera, cada R$ 5 reais gastos no cartão, valem 1 ponto no programa de pontos. O banco mantém um site dedicado para o Santander Esfera, lá é possível trocar seus pontos pelos mais diferentes produtos ou serviços, são opções de eletrodomésticos, eletrônicos, vestuário, passagens áreas e muitos outros itens.

O Nubank também oferece um programa de pontos, mas para participar o cliente precisa aceitar uma mensalidade de R$ 19,90, passando desta forma a existir uma anuidade no cartão em troca de um sistema de pontos que faz a conversão 1:1, ou seja, a cada R$ 1 real temos um ponto no programa.

Compras

Ambos são cartões internacionais, portanto estão elegíveis para compras no Brasil e no mundo, independente da moeda.

O Santander Free destaca-se aqui por oferecer a criação de um cartão virtual para compras pela internet, essa funcionalidade adiciona uma camada de segurança para o cliente, pois além de poder fornecer para uma loja ou serviço, um número de cartão que pode ser deletado facilmente a qualquer minuto, o código de segurança é trocado de hora em hora.

Para contemplar a facilidade do cartão virtual, o cliente pode controlar o limite de compras para o cartão virtual.

Controle de gastos

Novamente os dois cartões se igualam, tanto o Santander Free como o Nubank, exibem as compras realizadas em tempo real, informando o nome do estabelecimento e hora da compra.

O Nubank tem um ponto adicional aqui, exibe nos detalhes da transação, o local em que o cartão foi utilizado, com auxílio do Google Maps. Mas para essa função o cliente deve permitir o uso GPS ao instalar o aplicativo.

Ambos os cartões oferecem uma visualização gráfica sobre os seus gastos nos últimos meses, a percentagem por categoria e onde estão as suas maiores despesas.

Pagamento

Resultado de imagem para nubank

O Nubank tem um sistema de pagamento mais versátil, permite que o usuário pague sua fatura a qualquer momento, independente da data de vencimento e ainda possibilita que o cliente adiante parcelas futuras de compras que tenham sido parceladas, dando um pequeno desconto sobre o adiantamento do pagamento.

Toda esta ação é feita dentro do aplicativo, o usuário escolhe o valor de sua fatura, parcelas que deseja adiantar e gera um boleto para efetuar o pagamento.

O Santander Free ainda mantém a regra de data de fechamento da fatura, é possível com certa antecipação do vencimento, mas somente após a data de fechamento das despesas, que é exibida logo abaixo do valor total dos gastos daquele mês, junto a data de vencimento da fatura. Além disso, o Santander Free não oferece qualquer opção para adiantamento de parcelas.

Após o dia do fechamento da fatura, o cliente tem a opção de gerar um boleto para pagamento ou debitar diretamente de sua conta Santander, caso seja correntista, neste caso o valor pago é reintegrado ao limite disponível imediatamente.

Segurança e facilidade

Aqui temos situações bem diferentes no comportamento dos aplicativos, o Nubank mantém a sessão do aplicativo sem timeout, ou seja, após logado em sua conta, ele não mais exigirá senha para ser acessado. Como medida de segurança, o Nubank pede um registro de seu dispositivo para impedir que outras contas do roxinho sejam usadas naquele celular e para monitorar os lugares que costuma estar.

Essas duas ações podem não ser as mais adequadas ou confortáveis, a do rastreamento é interessante para você ter a funcionalidade de visualização do local de determinada compra, como citamos anteriormente, mas pode ser considerada invasiva por muitos (Felizmente é optativa). Já o bloqueio do celular para outras contas Nubank, não é uma ação confortável em caso de furto ou perda do dispositivo, nesses casos o portador do telefone terá total acesso às informações de seu limite, despesas e alguns dados extras, apesar de não conseguir efetuar qualquer compra ou transação, já que o aplicativo não fornece número de cartão e nem tem a opção de cartão virtual.

O Santander Free com o Santander Way, não mantém sessão aberta, expirando de tempos em tempos, para facilitar seu acesso e ao mesmo tempo o tornar mais seguro, o aplicativo conta com suporte a leitores biométricos, se seu smartphone tiver essa função, basta abrir o Way e colocar o dedo no sensor para já estar logado no aplicativo.

Além disso o Santander oferece uma função de pagamento por NFC diretamente de seu aplicativo, dispensando o uso de carteiras digitais como o Android Pay e também a necessidade de carregar o cartão de plástico. Se você não quiser usar seu celular para pagamentos ou não tiver NFC no dispositivo, o banco oferece para o cliente uma pulseira NFC ou um adesivo NFC, estes podem ser adquiridos de dentro do aplicativo e custam entre R$ 40 e R$ 20 reais.

Por fim, o Santander Free ainda conta com a opção de cartão virtual como citamos anteriormente, tendo desta forma diversas facilidades e ações de segurança para seu cartão.

Santander Free ou Nubank

Ao final, percebemos que a briga é muito acirrada, o Santander melhorou consideravelmente seus cartões de crédito e o seu aplicativo Santander Way o colocou de igual para igual com o Nubank, tendo cada um alguma pequena vantagem sobre o outro, mas ao fim, ficando igual a balança.

Se tem mês que você simplesmente não compra nada no cartão, o Nubank talvez seja a melhor opção. Agora se você sabe que pelo menos R$ 100 reais por mês consegue gastar, o Santander tem a vantagem do programa de pontos. Avalie seu dia a dia e onde encaixa-se melhor, se está pensando em optar pelos dois cartões, apenas tome cuidado para controlar seus gastos ao fim do mês, depois não nos deixe de contar sua experiência com cada um deles!