Importantes softwares open source em 2016 - Linux Centro
Curiosidades

Importantes softwares open source em 2016

Lá se foi mais um ano e entre tantas novidades tecnológicas, tanta evolução e pretensões para tudo que engloba a tecnologia, temos a cada dia uma maior e mais forte presença do software de código aberto, talvez ainda não seja tão forte o termo “Software livre, mas que o open source tornou-se referência para a evolução e crescimento tecnológico, isso é um fato. Cada vez mais as empresas que querem destacar-se com seus softwares e sistemas, apoiam-se no código aberto para incentivar os desenvolvedores e fomentar o crescimento da comunidade, com isso todos ganham, já que não precisamos ficar a reinventar a roda.

Vamos aproveitar que estamos a alguns passos do fim de 2016 e ver alguns dos softwares de código aberto que mais destacaram-se neste ano.

Mozilla Firefox

A Mozilla pode não ter se dado bem em muitos dos ramos que tentou aventurar-se, isso inclui sistemas operacionais mobiles e clientes de e-mail (Esse último teve sua queda devido a evolução dos clientes web). Até mesmo seu navegador perdeu relevância e perdeu o posto para o Google Chrome, mas uma coisa é fato, o Firefox foi por muitas décadas e ainda é um dos softwares de código aberto mais renomados e importantes do mundo, graças a iniciativa da Mozilla que tivemos muitas das evoluções na web e um representante de qualidade contra o Internet Explorer da Microsoft.

Libre Office

Uma das suítes Office mais importantes do mundo, talvez a mais conhecida após o Microsoft Office. O LibreOffice fez tudo que o OpenOffice deixou de fazer ao longo das décadas, entregando uma suíte completa, com atualizações regulares, repaginada na interface e popularizando o ODF, o formato aberto e multiplataforma para documentos, apesar de ainda ser mal recepcionado por opções proprietárias que preferem que você fique fechado em seus padrões.

Após o quase abandono do Open Office, diversos desenvolvedores da antiga suíte, provaram que era possível entregar um pacote office versátil, de código aberto e ainda por cima, gratuito para o mundo

Android

Apesar das polêmicas sobre o quanto o Android é open source, o fato é que o sistema em sua versão pura (AOSP) tem o código disponível para a comunidade, permitindo que qualquer um utilize e modifique o sistema como preferir, até mesmo sem incluir qualquer software proprietário, inclusive existe m projeto chamado Replicant que é um Android sem software proprietário.

Esse pequeno sistema mobile que utiliza o Kernel Linux passou a ser o sistema mais popular do mundo, estando em bilhões de dispositivos, que incluem smartphones, tablets, câmeras, carros, TV’s, notebooks e computadores.

O fato de ser código aberto permitiu que outros desenvolvedores e fabricantes criassem projetos diferentes sem segmentar o ecossistema da plataforma, dessa forma podemos ter experiências bem diferentes no Android – Como é o caso da MIUI, Ouya ou do Fire OS – mas ainda dividir das mesmas aplicações, jogos e assim por diante.

Blender

O Blender é sem dúvida uma aplicação de grande relevância para criadores e desenvolvedores, a complexa e completa ferramenta de 3D e animação além de muito conhecida mesmo entre os que não são do ramo, é incluída em muitos cursos de desenvolvimento e a opção de muitos estúdios.

O que poucos sabem é que o Blender foi uma revolução no ramo, antes de seu surgimento a tecnologia 3D era para poucos, já que os softwares eram caros e exigiam poderosas máquinas para sua execução. A fundação Blender entregou ao mundo um software leve, open source, gratuito e completo, com modelador, editor de vídeo, renderizador, motor de jogo e assim por diante.

Chromium

O projeto Chromium liderado pela Google é o cara por trás do popular navegador Google Chrome, mas muito além disso, o Chromium também deu vida a outros projetos como o Vivaldi, Opera, Chromium OS e assim por diante que apoiam-se no fato do Chromium ser open source.

O Chromium teve sua importância no mundo tal qual o Firefox, sendo o responsável por trazer novas tecnologias para a web e passar a colocar padrões que deram uma nova cara para o que as pessoas conheciam por aplicações web. O Chromium e o Firefox acabaram por terminar uma era em que o desenvolvedor precisava colocar dezenas de trativas para que funcionasse no navegador da Microsoft, foi inclusive o projeto Chromium que acabou por forçar a Microsoft a renovar seu navegador e entregar um produto mais antenado com a tecnologia atual.

Obviamente ainda existem muitos e muitos softwares de código aberto de extrema relevância e importância, alguns com décadas de vida, outros que surgiram a pouco tempo ou mesmo em 2016, temos certeza que ao ler essa lista você pensou em algum outro, portanto fique a vontade para usar nossos comentários e aumentar as menções honrosas.

Please follow and like us:
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Twitter
YouTube
YouTube