Categorias: Linux Navegadores

Brave Browser – Novo navegador de código aberto


Brave é um novo navegador de código aberto, desenvolvido pelo co-fundador do Mozilla Firefox, Brendan Eich, desenvolvido a partir do projeto Chromium, o principal objetivo desse novo navegador é reformular o modelo econômico da internet.

Hoje, a grande maioria dos sites sobrevivem de publicidade, mesmo contando com algumas parcerias e outros meios, uma boa parte da renda é provida dos anúncios veiculados (Como ocorre com o Linux Centro). No entanto, do outro lado, temos usuários que devido a uma má experiência com sites que mais possuem publicidade do que conteúdo, optam por bloqueadores de anúncio, tais como Adblock. O problema é que esse vem tornando-se um mercado problemático, pois um site é como uma revista impressa, sem anunciantes, sua renda cai e uma hora, tem que fechar as portas.

A proposta do Brave é permitir que o usuário opte ou não pela publicidade em sites, se optar por não vê-la, paga um valor mensal que será compartilhado com os produtores de conteúdo, se optar por ver a publicidade, terá sua privacidade protegida, já que ao invés apenas um histórico anônimo seria compartilhado com o anunciante.

E na opção de ver a publicidade, o usuário ainda ficaria com 15% dos ganhos, o qual poderia destinar aos sites e instituições de sua preferência.

Além deste foco, o Brave também possui a proposta de ser uma navegador completo e multiplataforma, já estando no Linux, Mac, Windows, IOS e Android em versões betas, sendo que no Android a presença do navegador, fez-se pela compra do navegador Link Bubble.

O Brave segue uma interface minimalista, dando total foco para o site e seu conteúdo, suas abas tomam a cor principal do site, a barra de endereços vira o título do site, após o conteúdo deste carregado e é possível ver o tempo que levou para o mesmo. No entanto a interface está longe de ser bela e precisa ainda de um bom refinamento, para competir com o visual de navegador como Firefox, Chrome/Chromium e Opera (Este último que tem uma grande atenção para sua estética).

O navegador ainda não possui suporte a extensões, mas este já está sendo trabalhado, a intenção é que o Brave trabalhe com as extensões de seu projeto mãe, o Chromium, alguns testes já foram feitos em parceria com a 1 Password.

O menu de configurações também é escasso de opões e possui uma estética que dá a impressão de inacabada (Obviamente é este o cenário), a navegação ocorre em abas, como é o menu de configurações do Firefox.

O Brave mostrou-se um navegador de baixo consumo, talvez porque ainda esteja capado de funcionalidades, mas seu consumo com algumas abas abertas, ficou por volta de 400 MB de memória RAM.

Para baixar e testar o Brave, basta clicar no botão que está no topo desta matéria, o navegador já está empacotado em deb e rpm, portanto basta escolher o pacote para sua distribuição, baixar e prosseguir com a aceitação da instalação.

Brave Browser

Disqus Comments Loading...
Compartilhar

Matérias Recentes

Insync 3 – Software traz OneDrive para Linux de forma completa

O OneDrive é uma das opções mais baratas quando falamos em armazenamento em cloud, por R$ 30 ao mês o… Leia mais

7 horas ago

Prime OS – Conheça o sistema Android para PC

Alguns anos atrás, o Remix OS conquistou os holofotes como interessante solução para quem queria usar o Android como sistema operacional para seu notebook… Leia mais

4 dias ago

Baidu apresenta perdas financeiras no primeiro trimestre de 2019

A Baidu não vive um bom momento, após ter tentado ser a Google da China e enxurrar o mercado com… Leia mais

5 dias ago

Spotify oferece 3 meses por valor único de R$1,99

Para quem utiliza outro serviço ou usa apenas a versão gratuita do Spotify, a mais recente promoção tem como o… Leia mais

1 semana ago

Hulu – Disney terá o controle total do serviço de streaming

Em um novo movimento, a Disney prepara-se para tornar única proprietária do serviço de streaming Hulu. (mais…) Leia mais

1 semana ago

Como instalar aplicações Linux no Chrome OS e Cloud Ready

O Chrome OS vem evoluindo e saindo daquele nicho de sistema para “netbooks” em prol de tornar-se um sistema “híbrido”… Leia mais

1 semana ago

Utilizamos de cookies e outras tecnologias, para personalizarmos os conteúdos e a publicidade, oferecermos os botões sociais e analisar o tráfego