Linux Tutoriais

Como usar o OneDrive em seu Linux

Uma coisa é fato, a assinatura dos serviços da Microsoft tornou-se um excelente negócio com a chegada do Office 365. Com 80 reais você consegue ter 1TB no OneDrive por um ano e 60 minutos mensais no Skype, também por um ano, além de receber todo o pacote office. Mesmo que este que vos escreva continue e prefira o LibreOffice, a assinatura mostrou-se uma ótima escolha por causa do espaço na nuvem e os minutos de ligação.

Se você tiver amigos ou familiares, a assinatura pode sair ainda mais barato, já que existe a opção de comprar para 05 usuários, por uma diferença pequena e compartilhar com eles, fragmentando o custo.

Se você também se interessou para aproveitar o 1TB do OneDrive por uma pequena bagatela, saiba que pode ir em frente, porque ensinaremos nessa matéria como utilizar o OneDrive em seu Linux.

Existem dois clientes não oficiais do OneDrive para Linux, um com interface gráfica e outro sem, no momento ensinaremos o sem interface gráfica, um projeto de um desenvolvedor denominado Skillion e que tem o suporte de mais seis desenvolvedores do GitHub, consideramos esse mais completo que a própria aplicação oficial da Microsoft.

Abra um terminal e cole os seguintes comandos se você utiliza Ubuntu, Debian, Linux Mint ou derivados:

sudo apt-get install libcurl4-openssl-dev
sudo apt-get install libsqlite3-dev
curl -fsS https://dlang.org/install.sh | bash -s dmd

Caso não tenha o DMD instalado, baixe aqui e o instale antes de continuar.

Se você utiliza o Fedora, Korora ou derivados, use os seguintes comandos no terminal:

sudo dnf install libcurl-devel
sudo dnf install sqlite-devel
curl -fsS https://dlang.org/install.sh | bash -s dmd

Se você utiliza o openSUSE ou derivados, use os seguintes comandos:

sudo yum install libcurl-devel
sudo yum install sqlite-devel
curl -fsS https://dlang.org/install.sh | bash -s dmd

Feito o processo de instalação acima, os comandos abaixo servem para todas as distribuições Linux. Prossiga em seu terminal:

git clone git@github.com:skilion/onedrive.git
cd onedrive
make
sudo make install

Para fazer com que o serviço inicie junto ao sistema, use os seguintes comandos:

systemctl –user enable onedrive
systemctl –user start onedrive

Depois disso, a aplicação estará sincronizando tudo entre a pasta OneDrive e a nuvem, porém é possível delimitar o que pode ou não ser sincronizado. Em “./config ~/.config/onedrive/config” é possível alterar o diretório sincronizado, ao invés de colocar uma pasta especifica para o serviço, você pode colocar todo o diretório “home”, por exemplo. Essa é uma excelente funcionalidade, nem mesmo oferecida pela aplicação oficial e que faz falta desde que o Ubuntu One foi descontinuado.

Para melhorar, você pode colocar seu diretório home para ser sincronizado, mas pode apontar pastas especificas dentro dele, que devem ir para a nuvem, para isso basta criar um arquivo de texto chamado de “sync_list”, dentro de “./config ~/.config/onedrive” e neste arquivo colocar o nome dos diretórios que devem ser sincronizados com a nuvem.

Também existe a opção contrária, colocar o que deve ser ignorado pela sincronização, neste caso, basta apenas colocar o nome da pasta ou caminho de arquivos especificos dentro da tag “skip_file” no arquivo de configuração, localizado em “~/.config/onedrive/config”.

Gostou das dicas? Tem dúvidas? Use nosso comentários e as tire ou dê sua opinião. Em uma próxima matéria, ensinaremos a outra opção para uso do OneDrive em seu Linux.

  • Jefson Romaniuc

    Onde está o projeto onedrive com interface gráfica no linux?

    • Rafael Farias

      Chama-se One Drive-d

    • Para interface gráfica, você pode usar o SME, também abordado aqui no Linux Centro.

  • Marcos Vinicius Barreto das Ch

    Olá, no primeiro comando já tive um erro 🙁

    sudo apt install libcurl-dev
    [sudo] senha para vinicius:
    Lendo listas de pacotes… Pronto
    Construindo árvore de dependências
    Lendo informação de estado… Pronto
    O pacote libcurl-dev é um pacote virtual fornecido por:
    libcurl4-openssl-dev 7.52.1-4ubuntu1.1
    libcurl4-nss-dev 7.52.1-4ubuntu1.1
    libcurl4-gnutls-dev 7.52.1-4ubuntu1.1
    Você deveria selecionar explicitamente um para instalar.

    E: O pacote ‘libcurl-dev’ não tem candidato para instalação

    • Marcos Vinicius Barreto das Ch

      Erro em quase todos os passos. Estou usando o Ubuntu 17.04

      • Vou revisar os comandos para Ubuntu, obrigado pelo aviso!

  • Marcos Vinicius Barreto das Ch

    Outro ponto, o comando após o systemctl é com dois traços ‘–‘ e não com um traço como está no tutorial ‘-‘.

    • Eram dois traços, a formatação transformou em um longo traço, vou ajustar, obrigado pela dica!

      • Marcos Vinicius Barreto das Ch

        Imagina.as esta versão do sincronizador nao funciona mais. Tem uma outra versão q o mesmo desenvolvedor fez e disponibilizou.

        • Marcos acho que você está confundindo, o que mudou foi o onedrive-d do outro desenvolvedor, o do Skillion continua na ativa e o último commit foi a 6 dias, eu até respondi em outro comentário seu que você estava confundindo os endereços. Quanto ao traço, isso é na formatação, na hora de transformar em citação ele acabou transformando os dois traços em um único. Vou revisar este tutorial e corrigir os pontos necessários, agradeço os apontamentos, precisamos deles para conseguir revisar o que está errado ou desatualizado.

  • Olá! O endereço GIT não mudou, esse que você colocou é um fork com suporte ao Docker. O Do Skilion continua na ativa, tendo o último commit 4 dias atrás, contando desta data. Sobre as dependências para o Ubuntu, vou revisar, obrigado pela informação!