Saiba usar o Minhateca no Linux - Linux Centro
Compartilhadores de Arquivos

Saiba usar o Minhateca no Linux

[dropcap font=”times”]M[/dropcap]inhateca é um serviço de armazenamento nas nuvens ilimitado e gratuito, não existem restrições para os arquivos que podemos subir para este, qualquer tamanho de arquivo pode ser armazenado e baixado do Minhateca. Além disso o serviço segue um padrão do 4Shared, ou seja, você pode subir arquivos de maneira privada ou pública, arquivos públicos podem ser pesquisados pelo sistema de indexação do Minhateca e baixados por qualquer usuário, os mesmos ainda podem comentar o arquivo e o dono do mesmo inserir informações como descrição e nome.

Porém existem alguns problemas no uso, subir arquivos grandes pelo navegador só é possível com o uso do Box, aplicação de gerenciamento de seus arquivos no Minhateca, baixar pastas inteiras, também só é possível com o uso do Box e para finalizar os contratempos, não existe versão do Box para Linux, apesar de existir na página do serviço uma promessa de sua aplicação para Linux e Mac. Mas felizmente existe a possibilidade de utilizar o Box pelo Wine e aproveitar de todo o potencial deste serviço, testamos por um longo tempo e não houve problemas do uso do Box pelo Wine, no máximo um consumo mais alto de CPU, mas nada que prejudique o desempenho.

Ensinaremos aqui como usar o Minhateca pelo Wine e como configurar o Box para obter o máximo de sua conexão. Primeiramente faça o cadastro no Minhateca, é possível utilizar sua conta do Facebook para tal processo, aproveite e já efetue o download da Box disponível no próprio site. Vá até a central de programas de sua distribuição linux e instale o Wine, ele está atualmente disponível em todos os repositórios das distribuições Linux.

Após instalado o Wine, abra-o pela primeira vez, ele pedirá a instalação do Gecko e do Mono, autorize as instalações e aguarde.

Agora vá até a pasta onde está o arquivo da Box baixada por você, ele estará em formato MSI, clique com o botão direito e escolha abrir com o Wine.

Será apresentada a tela padrão de instalação de aplicações do Linux, o famoso “Next e Next”, prossiga com a mesma. Quando terminada, clique em terminar e a Box será executada automaticamente, surgindo a tela a seguir, não ligue para o nome da abelha que é citado, pois refere-se a um outro sistema de armazenamento da mesma empresa, porém de Portugal, a Box foi portada de lá. Insira seus dados para efetuar login em sua conta. Efetuado o login com sucesso a janela sumirá e restará o logo do Minhateca, clique nele e a imagem a seguir surgirá.   Clique na engrenagem e vá para a terceira sessão do menu, denominada “Carregar”, aqui é onde vamos configurar para aproveitar o máximo sua taxa de upload.

 

O Minhateca sobe os arquivos em uma taxa máxima de 400KBps, ou seja, independente de quanto é sua velocidade de upload, o máximo alcançado por arquivo será de 400KBps, por isso tendo a sua taxa de upload em mente, divida pelo valor de 400 e insira o número alcançado em “Contar carregamentos ativos”, por exemplo a taxa de upload aqui é de 10MB, deixo ativos 20 uploads simultaneos, pois 20X400KB = 8.000KB, considerando que cada 1MB são 1024KB, uso 8MB de upload, deixando ainda uma margem para outros serviços que esteja fazendo.

Obviamente este é apenas um exemplo, você pode configurar como achar melhor, podendo até mesmo restringir essa velocidade, porém caso seu intuito seja ganhar velocidade, aumente o número de uploads ativos, porém procure não exceder  a conta que foi explicada aqui, pois quanto mais exceder menor será a velocidade individual de cada arquivo e assim mesmo que esteja utilizando sua velocidade de upload total, os arquivos irão demorar mais para subirem.