Flat-Material Icon Pack - Linux Centro
Icones Linux

Flat-Material Icon Pack

Com pouco mais de 4 mil ícones, o Flat-Material Icon Pack de autoria do usuário Lochana Dilshan é licenciado sobre a GNU GPL v3 e uma boa opção para quem quer um visual moderno em sua distribuição Linux.

Infelizmente este pacote de ícones está muito aquém da quantidade de aplicações suportadas em pacotes como o Papirus, que já possui mais de 30 mil ícones, no entanto é totalmente compreensível que suas dimensões passem a aumentar ao longo do tempo, seja com o constante desenvolvimento do autor, contribuição da comunidade e sua popularidade.

Banner de divulgação do pacote

O pacote é inspirado em diversos outros pacotes, de certa forma até difícil de saber toda a sua origem, já que encontramos nomes como Oranchelo, Flat Remix, Super Flat Remix, Cornie e Retrorika, onde os créditos citam esse último como fonte para o ícone do Firefox.

Assim como o nome remete, o pacote tende a atribuir um padrão do Material Design aos ícones de visual flat encontrados nas outras coletâneas, com isso temos belos ícones para a central de programas do Gnome, uma mudança radical no visual do ícone do Chrome, uma nova perspectiva para o Firefox e assim por diante.

Infelizmente, como citado anteriormente, a pouca quantidade de ícones presentes, faz com que o visual seja quebrado facilmente, mas aplicações populares estão presentes e receberão um belo visual.

Flat-Material
Flat-Material em uso no Ubuntu 17.10

Tomamos a liberdade de empacotar o tema em deb e rpm, facilitando a instalação para quem usa distribuições que suportem estes pacotes, desta forma basta os baixar e dar dois cliques para iniciar a instalação. Você também pode simplesmente baixar o pacote zip original e desempacotar em ~/.icons, para ambos os métodos será necessário ir até Gnome Tweak ou menu de personalização de seu ambiente gráfico e escolher o pacote de ícones.

Se você tem um pacote de ícones que construiu, ou conhece e gostaria de compartilhar, fique a vontade para usar nossos comentários, divulgar em nossa comunidade no Google Plus ou nos mandar pelo nosso email, para que possamos compartilhar com os leitores do site.