Categorias: Linux Multimidia

Kaku – Player para streaming de músicas gratuito


Kaku é um software de streaming de música, gratuito e de código aberto, construído com o Electron, a aplicação oferece as funcionalidades tradicionais de um reprodutor de música, usando como fonte de música serviços como o Youtube.

Para quem está acostumado a utilizar o Youtube como fonte para suas músicas, o Kaku mostra-se uma boa opção, o software entrega o visual tradicional dos player de música, mas ao invés de utilizar sua biblioteca local, a aplicação usa como fonte o Youtube, Vimeo e SoundCloud.

Em seu lado direito, o software procura mostrar faixas, artistas e álbuns com capas e informações como ocorre em opções como o Banshee, sendo que assim que você abre o serviço, as músicas mais buscadas são exibidas na tela inicial.

Apesar do sistema de busca funcionar de forma interessante, ao integrar os três serviços citados, não podemos comparar sua eficiência com serviços especializados em streaming como o Google Music ou o Spotify, isso porque ao buscarmos um artista ou faixa, o Kaku não é capaz de mostrar o álbum inteiro daquele artista, seus maiores hits, informações sobre o artista ou qualquer outro desses detalhes que tornam os serviços de streaming tão eficientes e práticos. Ao invés disso, ele apenas retorna os vídeos ou faixas do SoundCloud encontrados, referentes a sua busca, usando os termos que digitou como única base de organização.

Devido a falta de funcionalidade para organizar por álbum e artista, a única forma de você escutar diversas músicas de forma ininterrupta, é executar tudo que foi retornado na busca, através do botão “Tocar Todas” com possibilidade de tocar faixas repetidas ou que não tinha interesse, ou criar sua própria playlist, faixa por faixa.

Infelizmente o Kaku não consegue carregar as playlists do Youtube durante uma busca, apenas importa-las manualmente, acessando as configurações, clicando em “importart playlist do Youtube” e fornecendo a URL da lista. Mas criar uma própria é mais simples, basta clicar no botao “Adicionar a uma lista de reprodução” no lado esquerdo da tela e nas faixas buscadas, clicar com o botão direito do mouse e adicionar na playlist desejada.

Entre as demais funcionalidades do software, encontramos um histórico com tudo que você já ouviu usando o Kaku, além de um modo “DJ Online”, local onde é possível criar uma sala de bate papo com seus amigos, onde você montará as playlists a serem escutadas, um misto de rádio web com chat.

Outro ponto a favor do software é a possibilidade de enviar as transmissões direto para o Chromecast, com o botão disponível ao lado dos botões de play, pause, skip e repeat.

Apesar dos pontos falhos em determinados momentos, o Kaku ainda é uma boa opção para quem está acostumado a usar o Youtube como fonte de música e levando em conta que o software está em fase inicial de desenvolvimento, muitas dessas funcionalidades que faltam podem ser adicionadas, inclusive caso goste do Kaku você pode doar determinados valores, diretamente do programa, incentivando os desenvolvedores.

Para baixar e instalar o Kaku, basta clicar no botão que está no topo dessa matéria e baixar o arquivo, o software é fornecido em AppImage, portanto é compatível e executável em qualquer distribuição Linux.

Kaku

Disqus Comments Loading...
Compartilhar

Matérias Recentes

Base notebook refrigeradora NBC50 da C3Tech – Vale a pena?

Para quem utiliza notebook em sua dia a dia, uma base é bem vinda para coloca-lo em uma posição adequada… Leia mais

20 horas ago

Kemp Technologies é selecionada parceira Dell EMC

A Kemp Technologies, anunciou sua validação como parceira Dell EMC. A Kemp vai acelerar a distribuição de implementações da plataforma… Leia mais

4 dias ago

Sensor biométrico da HID é o primeiro a ter todos os requisitos de segurança da Colombia

A HID Global divulgou que o modelo de sensor multiespectral Lumidigm® V421-NC-01, recebeu no início de 2019 a homologação do… Leia mais

4 dias ago

Mozilla apresenta novo logotipo e estratégia para o Firefox

A Mozilla tem planejado uma reestruturação completa para a marca Firefox, e quando falamos em marca é justamente porque não… Leia mais

5 dias ago

Tema escuro na MIUI Android? Conheça os melhores temas

Apesar da MIUI ainda não contar com um tema escuro nativo, sendo este um recurso previsto para a próxima versão… Leia mais

1 semana ago

A ascensão dos ciberataques: os cibercriminosos estão no controle?

A cada ano, o número de ciberataques aumenta. Só em 2018 registrou-se aumento de 217,5% nestes ataques, se não conseguirmos… Leia mais

2 semanas ago

Utilizamos de cookies e outras tecnologias, para personalizarmos os conteúdos e a publicidade, oferecermos os botões sociais e analisar o tráfego