Categorias: Linux Tutoriais

Usando o Box no Linux

Não é de hoje que procuramos alternativas para mantermos nossos arquivos a salvo e acessíveis e com o crescimento do armazenamento nas nuvens este tornou-se um cenário muito comum.

Existem diversas opções de serviços de sincronização com as nuvens que tem seus softwares presentes no Linux, tais como Wuala, Copy, entre outros. Todavia ainda temos neste meio, serviços populares que não trazem opções oficiais para os usuários do sistema Linux, uma grande falha, principalmente se considerarmos que o Linux é amplamente utilizado em empresas, onde tais serviços de armazenamento na cloud a cada dia mostram-se mais atraentes. Mas os usuários do mundo Linux, sempre dão seu jeito e não ficam sentados esperando, aplicações não oficiais acabam chegando e muitas vezes com funções mais interessantes como o Insync ou o SyncDrive para o Google Drive.

Dentro deste cenário temos um serviço já velho de casa, mas sem cliente para Linux, o Box. Apresentando ótimas vantagens em seu uso, muitos possuem um armazenamento gratuito neste serviço de 50GB, capacidade ofertada em diversas campanhas promocionais da empresa, como na recente parceria com a LG, clique aqui para ler a matéria sobre.

Apesar de não termos um cliente oficial, é fácil aproveitar este espaço para seu armazenamento de arquivos, sem muitas dificuldades e sem sequer precisar de ferramentas não oficiais, tudo que você precisará para concluir este tutorial é do seu gerenciador de arquivos, como o Dolphin ou o Nautilus e uma conta no Box.

Neste tutorial usarei o Dolphin como exemplo, já que o KDE é o ambiente padrão de meu desktop, todavia as configurações que aqui serão executadas são as mesmas para os demais ambientes gráficos e distribuições, mudando apenas o caminho inicial.

Considerando que você já possua sua conta da Box, caso contrário crie em box.com, abra o Dolphin e vá até a sessão “Redes” como indicado na imagem ao lado.

Dê dois cliques em “adicionar pasta de rede” e uma janela com a opção de diversas configurações surgirá, selecione “WebFolder(WebDav)” e clique em próximo.

Mais uma tela será exibida, agora insira estas configurações na próxima tela :

Nome : Coloque aqui o nome que você deseje para a sua pasta do Box

Usuário : coloque aqui o seu email de usuário do Box

Servidor : dav.box.com

Porta : 443 (Mudará automaticamente quando você selecionar, “Usar Criptografia”)

Pasta : dav

Abrirá uma caixa de diálogo, clique em sim e em seguida pedirá sua senha do Box, digite-a e o KWallet salvará seus dados, apartir de agora sua pasta do Box está acessível pelo seu gerenciador de arquivos e pode ser tratada como qualquer outra pasta de seu computador, visualizando arquivos, os arrastando, copiando e colando, deletando, etc.

Disqus Comments Loading...
Compartilhar

Matérias Recentes

Insync 3 – Software traz OneDrive para Linux de forma completa

O OneDrive é uma das opções mais baratas quando falamos em armazenamento em cloud, por R$ 30 ao mês o… Leia mais

7 horas ago

Prime OS – Conheça o sistema Android para PC

Alguns anos atrás, o Remix OS conquistou os holofotes como interessante solução para quem queria usar o Android como sistema operacional para seu notebook… Leia mais

4 dias ago

Baidu apresenta perdas financeiras no primeiro trimestre de 2019

A Baidu não vive um bom momento, após ter tentado ser a Google da China e enxurrar o mercado com… Leia mais

5 dias ago

Spotify oferece 3 meses por valor único de R$1,99

Para quem utiliza outro serviço ou usa apenas a versão gratuita do Spotify, a mais recente promoção tem como o… Leia mais

1 semana ago

Hulu – Disney terá o controle total do serviço de streaming

Em um novo movimento, a Disney prepara-se para tornar única proprietária do serviço de streaming Hulu. (mais…) Leia mais

1 semana ago

Como instalar aplicações Linux no Chrome OS e Cloud Ready

O Chrome OS vem evoluindo e saindo daquele nicho de sistema para “netbooks” em prol de tornar-se um sistema “híbrido”… Leia mais

1 semana ago

Utilizamos de cookies e outras tecnologias, para personalizarmos os conteúdos e a publicidade, oferecermos os botões sociais e analisar o tráfego