Qualcomm pode ser vendida para a Broadcom - Linux Centro
News

Qualcomm pode ser vendida para a Broadcom

A Qualcomm é uma das maiores e mais relevantes fabricantes de chipsets, com principal destaque para os processadores da linha Snapdragon, sendo o nome mais comum no dia a dia de quem está sempre ligado em tecnologia.

Uma notícia veiculada pela Bloomberg, pode não ser muito benéfica para a competição deste mercado em que já existem poucas concorrentes de peso (Nem mesmo a Intel conseguiu manter-se na disputa), a Broadcom estaria negociando a compra da Qualcomm por 100 bilhões de dólares.

O valor oferecido, significaria 70 dólares por ação, uma oferta de peso considerando que as ações da empresa estavam rodando os 48 dólares e atualmente estão em 61 dólares, após essa notícia ter tomado o mercado.

A Broadcom já é um importante conglomerado no ramo de chipsets, desde que foi adquirida Avago Technologies Ltd, após a Broadcom Corp ter nascido de uma antiga divisão da HP.

Apesar de nenhuma das empresas terem dado qualquer informação oficial, estando a negociação ocorrendo a sete chaves, ela ocorre em um momento interessante do mercado. De um lado a Qualcomm vinha tendo queda na bolsa de ações e perdendo dinheiro em uma disputa contra a Apple, onde acusa a responsável pelo Iphone, de não pagar os royalties de suas tecnologias e tê-las fornecido para um concorrente

De outro lado, temos a Broadcom, uma das principais fornecedoras de peças para a Apple na produção de seus produtos. Se a aquisição ocorrer, é provável que a disputa acabe resolvendo-se amigavelmente, visto a boa relação entre Apple e Broadcom.

Em compensação o mercado perderia um concorrente de peso, já que a Broadcom passaria a terceiro lugar como maior fabricante de chipsets do mundo, atrás da Intel (Que não fabrica mais processadores mobiles) e da Samsung.

Por outro lado, a negociação pode não se concretizar, visto que uma movimentação similar sofre problemas, falamos da compra da NXP pela Qualcomm. As leis antitruste da Europa, não concordam com a aquisição, além de acionistas também não terem apoiado o valor que fora proposto.

Agora nos resta esperar e ver se teremos essa significante mudança no mercado de chipsets e como isso pode acabar afetando as fabricantes, principalmente as de smartphones.

Please follow and like us:
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Twitter
YouTube
YouTube