Categorias: News

Opera abre capital e arrecada US$ 115 milhões de dólares

A Opera a partir dessa semana é uma empresa de capital aberto, sediada na Noruega mas pertencendo a um grupo de investimento chinês, as ações da Opera iniciaram-se em $ 12 dólares, mas nas negociações foram elevadas para $ 14,34 dólares por ação e ao fim, garantiram uma arrecadação de $ 115 milhões de dólares para a empresa.

O navegador Opera possui um market share de 3,5% (dados de Julho/2018), contra 5,17% do Firefox e 58,94% do Chrome, apesar de perder para os principais competidores, com exceção do Edge que possui 1,89% do mercado, a empresa consegue ter lucros com esse espaço conquistado, tendo revelado uma receita de $ 128,9 milhões de dólares e uma receita líquida de $ 6,1 milhões de dólares.

No entanto, apesar de não ser uma empresa que opere no vermelho, a Opera tem alguns desafios pelo caminho, o primeiro deles é o seu custo operacional extremamente alto e comprometendo mais de 90% de sua receita, mesmo garantindo um lucro líquido, seu custo operacional é um ponto que os acionistas devem começar a apontar como preocupante.

Além disso, o navegador da empresa sofre com o mesmo problema que o Firefox, sua principal receita vem do contrato para manter o buscador nativo. A vantagem é que a empresa possui dois contratos em sua operação mundial, sendo um com a Google e outro com a Yandex. A empresa também vem procurando meios de segmentar seus ganhos, já faz algum tempo que o Speed Dial e Favoritos seguem o modelo publicitário, também adotado pelo Firefox, onde na primeira instalação trazem opções já configuradas e relevantes para a região do usuário.

A outra aposta da empresa tem sido em seu serviço de notícias, similar a um leitor de feed, que permite a empresa vincular banners publicitários entre as notícias e agregar receita com essa funcionalidade.

Com a arrecadação que a empresa conseguiu ao abrir seu capital e com a consequência da cobrança que receberá dos acionistas, devemos ver algumas novidades da empresa para angariar mais clientes, expandir seus negócios e tornar-se mais relevante perante os gigantes da tecnologia.

Disqus Comments Loading...
Compartilhar

Matérias Recentes

Baidu apresenta perdas financeiras no primeiro trimestre de 2019

A Baidu não vive um bom momento, após ter tentado ser a Google da China e enxurrar o mercado com… Leia mais

1 dia ago

Spotify oferece 3 meses por valor único de R$1,99

Para quem utiliza outro serviço ou usa apenas a versão gratuita do Spotify, a mais recente promoção tem como o… Leia mais

3 dias ago

Hulu – Disney terá o controle total do serviço de streaming

Em um novo movimento, a Disney prepara-se para tornar única proprietária do serviço de streaming Hulu. (mais…) Leia mais

4 dias ago

Como instalar aplicações Linux no Chrome OS e Cloud Ready

O Chrome OS vem evoluindo e saindo daquele nicho de sistema para “netbooks” em prol de tornar-se um sistema “híbrido”… Leia mais

6 dias ago

O Linux estava certo e a Microsoft percebeu

Não é muito difícil vermos pessoas que, ou por não gostar, ou por não terem contato, rotularem as distribuições Linux… Leia mais

1 semana ago

Rappi – Nossa experiência com o aplicativos de entrega

O Rappi é uma startup colombiana com o propósito de entregar de tudo, atualmente é uma das mais relevantes neste… Leia mais

2 semanas ago

Utilizamos de cookies e outras tecnologias, para personalizarmos os conteúdos e a publicidade, oferecermos os botões sociais e analisar o tráfego