Uber apresenta prejuízo de US$ 891 milhões no segundo trimestre - Linux Centro
uber
News

Uber apresenta prejuízo de US$ 891 milhões no segundo trimestre

O Uber pode ter sido o responsável pela chegada dos aplicativos de transporte particular, assim como o mais famoso, mas está longe de ser uma empresa lucrativa. Segundo os resultados demonstrados pela empresa, no segundo trimestre, o Uber teve um prejuízo de US$ 891 milhões de dólares.

A alta quantia só é menor que a do mesmo período do ano passado, quando a empresa teve um prejuízo de US$ 1.1 bilhão de dólares.

No entanto a pergunta que fica é como a maior empresa do segmento, consegue ter prejuízo, se outras como a 99 que tem operação apenas nacional, possui lucros e Cabify com menor mercado, também registra números positivos?

O principal motivo de prejuízo da Uber é a aposta em segmentos diferentes do seu principal, que não possuem alcance de receita. Um dos maiores exemplos é a aposta em desenvolvimento de carros autônomos, essa é uma área que apenas gera custos e enquanto Google e Baidu possuem grandes caixas para cobrir integralmente esses investimentos, sem ferir sua receita, a Uber não tem a mesma capacidade que suas rivais no ramo de carros autônomos.

Mas não só isso, segundo uma entrevista que Caio Bianchi, professor de pós-graduação de Criatividade e Gestão da Inovação da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) deu para o Correio Braziliense em dezembro de 2017, a Uber não conta com a mesma agilidade que a 99 para sanar problemas e oferecer novas alternativas, como a 99 ter disponibilizado a opção de chamar uma motorista mulher para passageiras sentirem-se mais confortáveis, ou mesmo o sistema de gorjeta para incentivar o melhor atendimento.

É válido lembrar que a Uber não é obrigada a revelar seus resultados, mas começou a fazer para já adequar-se em tornar uma empresa de capital aberto, indo para a bolsa de valores, iniciativa que tem como intuito gerar receita para a companhia.

Será que a Uber vai conseguir tornar-se rentável, sem precisar abdicar-se de projetos de pesquisa como o do carro autônomo?