SUSE cresce e prepara-se para momento independente - Linux Centro
suse
News

SUSE cresce e prepara-se para momento independente

A SUSE tem consolidado-se como uma empresa autônoma, enquanto aguarda a associação com a EQT Partners, como noticiado aqui no Linux Centro, essa aquisição garantirá que a marca volte a operar como uma empresa independente e isso é visto como um acelerador para o crescimento que a empresa tem apresentado na última década, principalmente pelo fato de estar indo para um grupo que poderá garantir dinheiro em caixa para a aquisição de novas tecnologias.

A empresa tem evoluído de um fornecedor de Linux para uma empresa de tecnologias e infraestrutura em nuvem. Posicionando-se para orientar as empresas para a transformação digital e suas demandas, sempre com foco no open source, dando mais liberdade ao cliente.

“A SUSE vem prosperando há décadas, com base em princípios simples: ouvir o cliente, aceitar a inovação e mudar para melhor”, afirma Nils Brauckmann, CEO da SUSE. “Além disso, estamos em uma trajetória crescente, com expansão tanto orgânica quanto por meio de aquisição tecnológica. Esse modelo de expansão, de ‘construir e comprar’, gera valor contínuo aos clientes e impulsiona o crescimento sustentável para as demandas do negócio. À medida que o negócio cresce, a SUSE continua comprometida em ser ‘open, open source’, oferecendo liberdade de escolha aos clientes”.

A empresa atualmente atende grandes e importantes nomes no mercado, como 9 das 10 maiores empresas aeroespaciais, 4 dos 5 maiores bancos no mundo, as 10 maiores fabricantes de automóveis e metade dos maiores supercomputadores. Além disso, conforme apontado pela SUSE, 70% de todos os aplicativos SAP em execução no Linux, utilizam o SUSE Linux Enterprise.

“Como membros fundadores da Linux Foundation, a IBM continua trabalhando com a SUSE nas principais iniciativas open source, inclusive com o SLES como uma empresa com todo o suporte, sistema operacional otimizado para as plataformas da IBM – IBM Z, LinuxOne e Power Systems”, relata Kathy Bennett, vice-presidente de desenvolvimento e suporte técnico do IBM Systems ISV Ecosystem. “Nosso trabalho conjunto para dar suporte ao SAP HANA no IBM Power Systems, KVM na arquitetura Z, IBM z/VM integrada com tecnologias baseadas em nuvem e containers está acelerando a adoção pelos clientes de plataformas open source”.

“Na HPE, estamos comprometidos em fortalecer as iniciativas open source e padrões abertos em todo o setor, e lideramos os esforços no setor, com foco especial no Linux, há mais de 15 anos. Temos uma colaboração contínua com a SUSE em Linux, OpenStack e outros projetos. Eles impulsionam nossos esforços conjuntos para fornecer soluções valiosas, baseadas em open source, ao mercado”, declara Scott Farrand, vice-presidente de Hybrid IT-Platform Software da HPE.

E os números da empresa realmente mostram-se muito positivos, de Outubro do ano passado, 2017, a Abril deste ano, a SUSE apresentou uma receita de US$ 182,9 milhões de dólares, um crescimento de 17% quando comparado ao mesmo período de 2016/2017.

O crescimento de receita e aumento de clientes também resultou em um crescimento de equipe, a SUSE aumentou em 20% sua base de funcionários e atualmente emprega 1.400 profissionais, com grande foco na equipe de engenharia e atendimento ao cliente.

“A SUSE tem sido um membro ativo, produtivo e ‘open’ da The Linux Foundation desde antes mesmo que me envolvesse, em 2006”, relata Dan Kohn, diretor executivo da CNCF. “Com a CNCF, estou particularmente agradecido pelo compromisso inicial da SUSE, com solução Certified Kubernetes, e sua busca incessante por inovação e soluções de alta qualidade, confiáveis e utilizáveis”.

Please follow and like us:
RSS
Facebook
Facebook
Twitter
YouTube