Categorias: News

Spotify começa caça contra compartilhamento do Plano Familia

Em uma tentativa de aumentar seus lucros, o Spotify iniciou uma invasiva e obrigatória ação de verificação para os usuários do plano família.

Pelos termos da empresa, o plano família não é bem para a família, mas sim para quem mora na mesma casa, ou seja, não importa se sua mãe ou irmão moram em outra casa, não importa se quem mora com você é aquele colega que divide o apartamento, para o Spotify só o que vale é morar na mesma residência.

Porém tornou-se comum, em meios a cada vez mais serviços de assinatura, os usuários optarem por esses planos coletivos, de forma a diminuir os custos em até 75%. Por exemplo, a assinatura individual do Spotify custa R$ 16,90, ao dividir com mais 5 pessoas (o Plano família permite 6 membros), o custo para cada usuário fica em R$ 4,50 (o plano família custa R$ 26,90). Deixando mais amigável ao bolso do usuário manter desta forma seu streaming de música em conjunto com seu Netflix e um Kindle Unlimited, por exemplo.

Infelizmente o Spotify acredita que pode ganhar mais se obrigar esses usuários a pagarem os valores individuais e desta forma está enviando exigências por e-mail, que obrigam o usuário a conceder acesso ao GPS (Geolocalização) para que a empresa possa verificar se todos estão realmente no endereço informado pelo titular.

A pior parte é que a ação é realmente obrigatória, caso o usuário não conceda o acesso ao GPS em até 7 dias, após recebido a notificação por e-mail, ele é retirado automaticamente do plano e sua conta passa a fazer parte do plano gratuito, consequentemente, com as limitações dadas por este.

Essa parece não ser uma das melhores decisões, os serviços de streaming tem mostrado resultados em diminuir o consumo pirataria, justamente devido sua acessibilidade, forçar os usuários pagantes a pagarem mais pode fazer com que estes pensem duas vezes, antes de usar o serviço. Ou mesmo, procurarem concorrentes que não utilizem de táticas tão agressivas, lembrando que o Youtube Music é outro nome de peso que chegou ao mercado, conforme apontamos em nossa análise e afugentar usuários pode ser uma vantagem que a Spotify gere sem querer a Google.

Disqus Comments Loading...
Compartilhar
Tags: Noticias

Matérias Recentes

NVIDIA leva CUDA à arquitetura ARM – Supercomputação de exoescala

A NVIDIA anuncia suporte para CPUs ARM, oferecendo ao setor de computação de alto desempenho um novo caminho para a… Leia mais

15 horas ago

Fone de ouvido Sony MDR-EX15AP – Vale a pena?

Fones de ouvido são itens que procuramos com frequência, mas são tantas as opções e preços que sempre estamos na… Leia mais

16 horas ago

Base notebook refrigeradora NBC50 da C3Tech – Vale a pena?

Para quem utiliza notebook em sua dia a dia, uma base é bem vinda para coloca-lo em uma posição adequada… Leia mais

2 dias ago

Kemp Technologies é selecionada parceira Dell EMC

A Kemp Technologies, anunciou sua validação como parceira Dell EMC. A Kemp vai acelerar a distribuição de implementações da plataforma… Leia mais

5 dias ago

Sensor biométrico da HID é o primeiro a ter todos os requisitos de segurança da Colombia

A HID Global divulgou que o modelo de sensor multiespectral Lumidigm® V421-NC-01, recebeu no início de 2019 a homologação do… Leia mais

5 dias ago

Mozilla apresenta novo logotipo e estratégia para o Firefox

A Mozilla tem planejado uma reestruturação completa para a marca Firefox, e quando falamos em marca é justamente porque não… Leia mais

6 dias ago

Utilizamos de cookies e outras tecnologias, para personalizarmos os conteúdos e a publicidade, oferecermos os botões sociais e analisar o tráfego