Categorias: News

Walmart quer entrar na briga com Netflix e Amazon Prime

O mundo voltou-se para os serviços por streaming, a TV por assinatura tem perdido assinantes para opções de vídeo sobre demanda. O fator que motiva essa mudança podem ser vários, menores preços, possibilidade de escolher os serviços desejados (ao invés de ter que assinar um pacote pré-montado) e até a liberdade de assistir determinado conteúdo a hora que desejar, ao invés de ter que seguir a programação de determinado canal.

Diante disso, empresas têm apostado com força nesse segmento, emissoras já consolidadas oferecem seus serviços de assinatura, como Fox Play, HBO Now e Cartoon Go. Empresas externas também apresentam suas opções, como a consolidada Netflix, a Amazon e até mesmo o Walmart.

Sim, o Walmart é detentor do Vudu, que por não receber muita atenção de sua detentora, funcionava até o momento apenas como uma locadora virtual. Porém, o Walmart parece ter despertado para a briga e quer dar uma nova repaginada para seu serviço de streaming.

Após ter feito uma parceria com a MGM que garantiu uma quantidade enorme de conteúdo para o serviço, oferecido gratuitamente para os usuários, sendo monetizado por publicidade, e até mesmo, conteúdo que fora licenciado apenas para a sua plataforma (fazendo questão de carregar o rótulo de “Não disponível na Netflix). A empresa está em negociação para oferecer pacotes de assinatura que incluem serviços como o HBO Now, Showtime e Starz.

Ao menos é o que aponta as recentes notícias do AdAge e Bloomberg, as negociações ainda em fase inicial, trariam um modelo de negócios para o Vudu, similar ao que foi visto aqui no Brasil com o PlayPlus da Record, onde por um valor adicional é possível ter acesso ao conteúdo por streaming dos canais da Disney.

Ainda existem boatos que o Walmart esteja disposto a tornar-se um concorrente direto do Netflix, para isso, investiria em conteúdos exclusivos para o Vudu, sendo os serviços parceiros um diferencial de sua plataforma.

É interessante vermos essas propostas de reformulação de consumação da Televisão, até mesmo a Google resolveu entrar na briga, usando a marca Youtube. Hoje a empresa oferece não somente o Youtube Premium, com conteúdos originais, como o Youtube TV que é uma proposta de TV por assinatura que não depende de decodificadores, o usuário é livre para usar em diferentes aparelhos, seja um smartphone, notebook ou televisor com acesso a internet.

Disqus Comments Loading...
Compartilhar

Matérias Recentes

Firefox Send – compartilhamento de arquivos criptografados

A Mozilla finalmente liberou para o público em geral a ferramenta Firefox Send, um serviço de compartilhamento em cloud, com… Read More

22 horas ago

McAfee para Android – Uma boa solução antivírus?

Algum tempo atrás testamos aqui o MIUI Security, agora chegou a vez de efetuarmos uma análise do McAfee para Android,… Read More

5 dias ago

Xiaomi pretende aumentar preço da linha MI

No último ano a Xiaomi tomou algumas decisões de mercado que não estavam totalmente explicadas, como separar a linha Redmi… Read More

6 dias ago

Google testa novo modelo de publicidade para jogos

A Google apresentou para os desenvolvedores uma nova ferramenta de monetização para jogos para Android, denominada de “Jogadores premiados”, ela… Read More

7 dias ago

Qual a melhor conta digital? Quais são realmente gratuitas?

As contas digitais vieram para ficar, podem ser abertas diretamente pelo smartphone, costumam ser mais baratas que contas bancárias convencionais… Read More

1 semana ago

Glovo – Aplicativo de entregas encerra operações no Brasil

O Glovo, serviço de multi entregas (Mercado, Farmácia, Compras, Restaurantes e assim por diante) sobre demanda e principal concorrente do… Read More

2 semanas ago