Vice Presidente LATAM da Red Hat, fala sobre a venda para a IBM
News

Vice Presidente LATAM da Red Hat, fala sobre a venda para a IBM

Nesta semana todos foram surpreendidos pelo anúncio oficial de que a Red Hat fora vendida para a IBM. A transação foi histórica e o maior investimento já feito pela IBM, tendo custado aos seus cofres, US$ 34 bilhões de dólares.

Nós já publicamos um vídeo falando sobre o assunto, em nosso canal do Youtube, vídeo este que você encontra logo abaixo.

Muitas especulações surgem após uma transação como essa, principalmente pelo fato da Red Hat suportar diversos projetos open source e para os usuários de distribuições Linux, uma das maiores preocupações fica em volta do Fedora, a distribuição Linux focada em desktops, desenvolvida pela comunidade mas mantida financeiramente pela Red Hat, sendo inclusive considerada por muitos, como o local de testes para o Red Hat Enterprise Linux, a versão comercial mantida oficialmente pela empresa.

Apesar dessa preocupação, é importante lembrar que o Fedora não é o único produto open source mantido pela Red Hat, na verdade existem muitos outros softwares ao qual a empresa contribui com a comunidade e depois o comercializa em uma versão enterprise, tais como o Keycloack, cuja a versão enterprise recebe o nome de Red Hat SSO, o Openshift, o JBOSS, o OpenStack e muitos outros nomes de enorme peso para o mercado corporativo.

Quem trabalha no ramo de tecnologia, já deve ter deparado-se com algum produto da Red Hat, nem que seja apenas o JBOSS, isso porque a empresa tornou-se extremamente relevante neste setor e também muito lucrativo, ao longo dos anos a Red Hat sempre apresentou crescimento de receita, com um faturamento de US$ 2,9 bilhões de dólares em 2017, uma alta de 21% quando comparado com o faturamento de 2016 e o melhor, sempre com crescimento em receita, ou seja, nunca gastou mais do que arrecadou.

Diante disto é muito difícil imaginarmos que a IBM tenha intenções de modificar ou abandonar qualquer um dos modelos de negócios criados pela Red Hat, na verdade tudo aponta o contrário, visto que já fora confirmado que a Red Hat continuará trabalhando de forma independente, apenas fazendo parte do grupo IBM, no intuito de aumentar os negócios no ramo de cloud.

Paulo Bonucci, GM Red Hat LATAM, soltou um comunicado na tarde de hoje, para todos os clientes da empresa, em seu texto, Bonucci deixa claro a independência da empresa e que o foco, comprometimento e inovação com o open source será mantido, conforme você pode conferir abaixo na íntegra:

No último domingo,28, anunciamos publicamente um acordo para a aquisição da Red Hat pela IBM com o objetivo de criar, mundialmente, o mais importante fornecedor de nuvem híbrida, que proporcionará à indústria soluções modernas e flexíveis de open source para o desenvolvimento de qualquer classe de aplicações e implantações.  

Essa operação, baseada em um relacionamento de mais de 20 anos entre as companhias, dará como resultado a escalabilidade e aceleração necessárias para que as soluções de open source cheguem agora com um impacto muito maior, a todos os nossos clientes que estão passando pelo processo de transformação digital.

A Red Hat será uma unidade independente dentro do segmento de Negócios de Nuvem Híbrida da IBM. Neste contexto, continuaremos sendo um parceiro confiável e estratégico para os nossos clientes na sua missão de construir infraestruturas modernas de nuvem híbrida, entregar aplicações nativas da nuvem e automatizar seus ambientes de TI com a nossa tecnologia.

Nosso compromisso com a inovação do open source  e nosso modelo de desenvolvimento continuam sendo os mesmos. Toda a equipe da Red Hat,  em conjunto com a IBM, continuará avançando na sua convicção sobre o poder da participação e colaboração no mundo.

Ficamos à sua disposição para esclarecer quaisquer dúvidas a respeito deste anúncio.

Agora nos resta aguardar e ver o quanto será frutífera essa negociação para o mundo open source. Será que agora o software livre contará com uma empresa ainda maior para apoiar a inovação?

Please follow and like us:
RSS
Facebook
Facebook
Twitter
YouTube