Youtube é responsável por redução de 29% da Pirataria

Nos últimos anos a Google vem recebendo processos de artistas e gravadoras que reclamam que o valor que a empresa paga por cada reprodução de suas músicas no Youtube, pagamento esses que totalizaram 1 bilhão de dólares somente no último ano.

A Google perante as afirmações das gravadoras, resolveu evidenciar alguns fatos para todos, reforçando que o Youtube não é um concorrente de serviços como Spotify e Deezer (Tem sentido, afinal o concorrente desses serviços é o Google Music), mas sim uma importante ferramenta que incentiva a assinatura de serviços legais e combate a pirataria.

Segundo o estudo publicado e realizado pela RBB Economics, o serviço de streaming de vídeos da Google é responsável por uma diminuição de 29% da pirataria. Seis mil pessoas no Reino Unido, Alemanha, França e Itália, foram questionadas para a pesquisa e segundo 85% desses usuários, o que significa 5.100 pessoas das 6.000, se não pudessem consumir músicas no Youtube, estariam utilizando sites de conteúdo ilegal, ou seja, o download ilegal de músicas.

Em resumo, o que a Google tenta evidenciar com a pesquisa realizada pela RBB Economics é que o valor que é repassado para artistas e gravadoras através da publicidade gerada em sua plataforma, dificilmente teria a quantia elevada se o Youtube parasse de fornecer tais conteúdos ou mesmo gerasse outro tipo de cobrança dos usuários para aumentar o repasse.

Apesar de tudo isso, a Google vem investindo em formas de aumentar a receita recebida pelo Youtube e a diversificar, hoje já é possível alugar filmes e o Youtube Red, sistema de assinaturas, continua recebendo o esforço da empresa, para esse ano são esperadas 40 produções próprias.

E você? Concorda com a pesquisa? Acha que sem Youtube a pirataria reinaria e as gravadoras e artistas não teriam o lucro aumentado como desejam?

Fonte: Google Blog